sábado, 30 de junho de 2012

(In)esquecível





'Uma luz no fim do túnel
Brilhando neste sorriso de paz
Escorrendo em uma lágrima insolúvel
Nesta luz que a saudade reproduz
Refletindo na esperança tão visível a distância'




(após alguns passeios na memória, em um sorriso a mesma história)

domingo, 17 de junho de 2012



video


Tudo que sou

Aline Calixto

Nada de ser mais ou menos
Eu sou sempre tudo o que sou
Não sou de pegar
sereno
Eu me molho é na chuva de amor
Quando vou e quando venho
Me pego com
Nosso Senhor
Mas no terreiro também tenho
Um santo como protetor
É preciso viver, pra saber separar
O que é que se pode dizer
Do que é
preciso calar
O que é sempre comum
Do que nunca vai se misturar
Qual a prata
de Oxum e qual é a de Iemanjá
Tem sempre a hora da gente ter aonde ir
Ou
cair fora sem ninguém pedir
Quem sabe de si não demora
E só fica onde tem que
ficar
Se eu tô aqui 'té agora
É porque ninguém quis me levar
Nada de ser
mais ou menos
Eu sou sempre tudo o que sou
Não sou de pegar sereno
Eu me
molho é na chuva de amor
Quando vou e quando venho
Me pego com Nosso
Senhor
Mas no terreiro também tenho
Um santo como protetor
É preciso unir,
pra saber separar
O que é que se pode medir
Do que é preciso pesar
O que é
sempre o que é
Do que nunca vai se revelar
Qual a concha da fé
E qual é que
não dá pra rezar


''Dedicado à uma pessoa especial'

(in)Termitente


'sozinho, na rua,
toda nuacom a sinceridade mais crua,te procuro no brilho da Lua.
com minha mente



'Olhares diários, para pequenos detalhes monstruosos'

Meus Sentidos



'Um olhar mais apurado, acompanhado de um desejo refinado em uma mente aprisionada, ilustrado na paz de um sorriso ou em uma pele arrepiada. No copo o destilado, na mesa, em um cinzeiro apagado, meu companheiro (in)desejado por muitos amaldiçoados e que por mim com um sabor incorporado'
'Meus sentidos, invertidos, corrompidos, infinitos, meus Sentidos'

quinta-feira, 14 de junho de 2012

À



Nunca imaginei sentir falta de algo que tanto odiei
Hoje sinto sua a importância quando estou sozinho 
Minha cabeça me tortura
Fico mudo e falo sem parar comigo mesmo
Me pergunto onde você está quando mais preciso?
Vou te trazer de volta pra minha rotina, te levarei comigo para onde for
Nos Momentos mais alegres contigo compartilharei minha alegria
Nos momentos tristes em seu corpo me apoiarei.

(Johnny Marcos, entediado demais pra deixar de ver a beleza em detalhes indispensáveis na vida de um louco)

Desconhecido



Nesta enorme vontade repleta de maldade, seu sorriso leve, me enlouquece, repleto de sinceridade, beleza e uma leveza de maior grandeza. Te procuro no escuro, te procuro no espelho, te procuro em uma canção pra acalmar meu coração que como em uma bateria do mais belo bloco, onde tu dança, canta, roda e sorri, da mesma forma que sonhei e ainda não conheci.